O Brasil recebeu na última quinta-feira, 13/01, a primeira remessa, com 1,2 milhão de doses pediátricas do imunizante Cominarty, da farmacêutica Pfizer, contra a covid-19.

De acordo com dados coletados no site do governo do Estado, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) do Paraná recebeu, na última sexta-feira, 14/01, um total de 65,5 mil doses do imunizante, que serão distribuídas nos municípios conforme o critério populacional.

As vacinas desembarcaram no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, às 13h50, e foram encaminhadas para o Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar) para análise e conferência.

As doses são destinadas a crianças de 5 a 11 anos e fazem parte do primeiro lote exclusivo para este público. A recomendação da imunização nesta faixa etária foi oficializada na última semana por meio da Nota Técnica nº 2/2022 da Secretaria Extraordinária de Enfrentamento à Covid-19 do Ministério da Saúde

De acordo com o Secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, as doses serão aplicadas seguindo a orientação do Programa Nacional de Imunizações – PNI, sendo que a vacinação iniciará pelos grupos prioritários que incluem crianças com comorbidades, deficiência permanente, indígenas e quilombolas, os quais apresentarem comprovação médica, sendo este uma receita médica ou laudo que comprove a comorbidade. Tão logo o Paraná receba novas doses, novos grupos serão abertos seguindo o mesmo esquema que a dos adolescentes e adultos.

Conforme a coordenação da epidemiologia do município de Dois Vizinhos, a estimativa é que as primeiras doses cheguem para distribuição, na 8ª Regional de Saúde, nesta segunda-feira, 17/01.

“Estamos no aguardo das doses, e a expectativa segundo a planilha recebida pelo nosso setor de epidemiologia, é que o município receba inicialmente o número de 230 doses do imunizante nesta primeira remessa. Não sabemos exatamente o dia que as mesmas chegarão no município, mas estaremos repassando a todos pelos meios da Assessoria Oficial da Prefeitura e da imprensa local. Pedimos que a população fique atenta as mídias e para os pais que possuem crianças do grupo prioritário, os mesmos já se programem com os documentos pessoais das crianças e os laudos ou receitas médicas as quais comprovem a comorbidade”, destacou a Coordenadora da Vigilância Epidemiológica do Município – Grasieli Pedrussi.

Fonte: Prefeitura de Dois Vizinhos / Imagem: Agência Brasil

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s