O crescimento das cidades e a demanda cada vez maior por serviços de telecomunicações durante a pandemia (internet, telefonia e TV a cabo) fizeram crescer o problema do emaranhado de fios na paisagem urbana de quase todas as cidades. Nas regiões Sudoeste e Oeste, em particular, os temporais severos que vem acontecendo com frequência pioraram a situação.

De olho nessa situação, a Copel vem realizando ações de regularização do cabeamento de telecomunicações em diversas cidades paranaenses. Os técnicos vão às ruas para fazer um pente fino nas instalações de empresas de telefonia, internet e de TV a cabo.

Em Francisco Beltrão, o gerente da agência local, Marcus Vinícius Monteiro, e o supervisor de Compartilhamento de Estruturas nas regiões Oeste e Sudoeste, Rafael Buckoski, se reuniram com representantes da prefeitura para tratar do assunto. Participaram do encontro o secretário municipal de Administração, Antonio Carlos Bonetti, o diretor da secretaria de Viação e Obras, Ilson Moreira, o engenheiro eletricista Marcos Bortot, do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano, e Claudio Kozan, da secretaria de Viação e Obras.

A Copel mantém rotinas de fiscalização, notificação dos casos encontrados, aplicação de multas nos que não forem solucionados e, em última instância, remoção dos cabos em situação irregular. Bonetti explicou que a prefeitura fará o levantamento dos locais onde essas situações são encontradas e repassará para a Copel, que na sequência emitirá as notificações.

O gerente da área de Compartilhamento de Estruturas da Copel Distribuição, Oneil Schlemmer, explicou que a companhia conta com um setor dedicado a fiscalizar e promover a regularização das estruturas de cabeamento que compartilham os postes da rede elétrica. Pela legislação, a companhia tem que ceder espaços nos postes às operadoras de telecomunicações.

Isso se dá através de celebração de contratos de compartilhamento de estruturas, atribuindo responsabilidades aos ocupantes e segue normas definidas pelas agências reguladoras de Telecomunicações (Anatel) e de energia elétrica (Aneel). A responsabilidade por manter a fiação em ordem é das empresas às quais ela pertence. Quando isso não acontece, cabe à Copel notificar os casos irregulares e multar as empresas que não providenciarem sua regularização. Quem necessitar de compartilhamento de postes deve entrar em contato com a Copel pelo 0800 5100 116.

Fonte/Imagem: Prefeitura de Francisco Beltrão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s