Pato Branco passou de 5ª para 3ª cidade mais inteligente do Brasil entre os municípios com porte de 50 a 100 mil habitantes, segundo o ranking Connected Smart Cities 2021, divulgado esta semana. Já no Paraná e na região Sul do país, o município ficou em 1º lugar dentro da categoria de até 100 mil habitantes. Os destaques foram para Economia e Meio Ambiente, em que Pato Branco ficou entre os 10 melhores em todo o território nacional no índice geral.

“São dados como estes que revelam o bom trabalho que temos feito por uma Pato Branco 5.0: Onde a sustentabilidade e o desenvolvimento econômico andam juntos pelo progresso local”, destacou o prefeito Robson Cantu.

O Ranking Connected Smart Cities analisa 70 indicadores em todas as cidades com mais de 50 mil habitantes em eixos temáticos, identificando as 100 cidades mais inteligentes nos setores: mobilidade, meio ambiente, governança, tecnologia e inovação, empreendedorismo, urbanismo, segurança, educação, economia e saúde. Além disso, há a posição geral do Ranking, com a soma de todas as categorias analisadas e que traçam o DNA de cidade inteligente.

Em sete dos eixos, Pato Branco esteve entre as 100 cidades do Brasil com melhores indicadores.

Meio Ambiente

Em Meio Ambiente, o município, que em 2020 não figurava nem entre as 100 cidades, ficou na 9ª posição nacional este ano e na 4ª entre os municípios de 50 a 100 mil habitantes. Em 2019, este mesmo eixo colocou o município em 76º lugar.

O eixo analisou índices de atendimento urbano de água e esgoto, perdas de distribuição de água, tratamento de esgoto, recuperação de materiais recicláveis, cobertura de serviços de coleta de resíduos, monitoramento de área de risco e etc.

“É uma enorme satisfação ver Pato Branco figurando nesta lista, pois mostra que estamos no caminho certo. Este resultado reflete a qualidade dos serviços ambientais prestados pelo município a toda população, e amplia os desafios futuros para que possamos permanecer entre os melhores do país”, apontou a secretária de Meio Ambiente Kelli Starck.

Economia

Outro destaque foi no eixo Economia, em que Pato Branco alcançou a 10ª posição.

Este índice leva em consideração indicadores como percentual da renda, de empregabilidade e de cidade inteligente.

Quando comparado a cidades do mesmo porte, de 50 a 100 mil habitantes, Pato Branco fica em 2º lugar nacional no segmento, com nota 6,846.

Em 2020, o município ocupava a 26ª posição no ranking e, em 2019, a 32ª.

De acordo com o secretário de Desenvolvimento Econômico de Pato Branco, Marcos Colla, o plano de retomada econômica aliado às ações da pasta, tem fomentado o setor de forma a desenvolver o empreendedorismo e garantir melhora no número de empregos e, consequentemente, de abertura de empresas e do PIB.

“Mesmo a pandemia tendo causado um impacto relevante no setor, trabalhamos alinhados a projetos que revertam isso. Com a lei de liberdade econômica, capacitações gratuitas a empresários, mais ação ativa da sala do empreendedor e agência do trabalhador, temos alcançado os objetivos desejados”, destacou o secretário.

Como parte desse desenvolvimento, o município tem atuado no momento no 1º Festival Gastronômico de Pato Branco, o que deve fomentar o setor de bares e restaurante, movimentando o turismo e a retomada econômica.

Fonte/Imagem: Prefeitura de Pato Branco

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s